Ricardo Vignini

Ricardo Vignini
Violeiro, compositor, professor de música, produtor fonográfico e cultural e pesquisador de musica tradicional. Seu gosto pela musica caipira veio através de parte de sua família, de Águas da Prata e São João da Boa Vista, e o lado italiano veio de Rio Claro. Mas não foi sempre assim, urbanóide nascido na capital, durante toda a sua adolescência tocou muita guitarra, muito Rock e Blues, onde conheceu Marcelo Berzotti e Alex Mathias.

Tocou com os músicos americanos Bob Brozman, e Woody Mann em suas turnês brasileiras, tocou também em duo com Christiaan Oynes e em participações com a banda Serio Duarte & Entidade Joe

Lançou em 2010 seu primeiro CD solo, “Na Zoada do Arame”, totalmente instrumental.

Em 2011 com Zé Helder o CD “Moda de Rock – Viola Extrema”, onde a dupla faz versões instrumentais com violas de clássicos do Rock e Heavy Metal.

O CD foi um sucesso e permitiu que a dupla fizesse em um ano mais de uma centena de shows por todo o Brasil e apresentações nos Estados Unidos.

Em 2012 foi lançado o DVD “Moda de Rock – Ao Vivo” com apresentações da dupla e participações especiais de Kiko Loureiro, Pepeu Gomes e Os Favoritos da Catira.
Proprietário de um Home Studio que grava artistas, trilhas e campanhas publicitárias variadas e produziu os CDs:

“Convite de Violeiro” Com Índio Cachoeira e Cuitelinho(Folguedo/2006)
“Música Raiz Catira e Folia de Reis” com Os Favoritos da Catira, Os Mensageiros de Santos Reis e Oliveira e Olivaldo, (Folguedo/2004)
“Moço das Estrelas” Costa Senna.(Independente/2001)
Como curador e diretor musical realizou os projetos:

Do Velho Chico ao Mississipi – 2006
CCBB São Paulo
Canto de um Povo” – 2004
Viola Turbinada – 2003
CCBB Rio de Janeiro e Brasília (premiado pela Revista Bravo como um dos 100 mais importantes do Brasil em 8 anos)
Raízes Universais – 2003
CCBB São Paulo
Sarau Paulista de Viola – 2002
CCBB São Paulo
Mostra de Música Tradicional de São Paulo – 2002
CCBB São Paulo
site oficial: www.ricardovignini.com.br e www.modaderock.com.br

 

Ricardo Vignini é endorse da D’addario.

___________________________________________________________

Marcelo Berzotti

Marcelo Berzotti

O “caipira personificado”, contador de causos oficial do Matuto, embora tenha nascido na capital São Paulo tem família da região de Altinópolis e Cajuru, lá onde o Matuto foi gravar com a Companhia de Santos Reis Fazenda Congonhal de Altinópolis e Sto. Antônio da Alegria.
Passou a infância ouvindo os discos de “Tião Carreiro” de seu pai, que foi por muitos anos encarregado da parte gráfica da extinta gravadora CBS, hoje
Sony.
Baixista e compositor, toca com Ricardo Vignini desde 1991, buscando inspiração para suas obras em suas viagens pelo interior paulista e mineiro.

____________________________________________

Zé Helder

Ze-Helder

Violeiro e compositor Zé Helder, nasceu em Cachoeira de Minas / MG.

Neto de violeiro, tem dois CDs solos lançados, “A Montanha” (2004), e “No Oco do Bambu” (2009).
Lançou em 2011 o CD “Moda de Rock – Viola Extrema”, com Ricardo Vignini onde a dupla faz versões instrumentais com violas de clássicos do Rock e Heavy Metal.
Zé Helder também gravou o CD com o Orelha de Pau (2002), trabalho inspirado na música regional e caracterizado pela instrumentação acústica e coro de três vozes.

Formado em Licenciatura Plena em Música, é professor de música há onze anos e músico profissional há dezenove anos. Criou o curso de viola caipira no Conservatório de Pouso Alegre (CEMPA), e atualmente leciona o instrumento no Conservatório Municipal de Arte de Guarulhos.

Trabalhou também no Projeto Guri, com jovens da Febem. Aluno do mestre Ivan Vilela, é um grande interessado no universo da cultura popular.

_________________________________________________________________
Edson Fontes

edson

Natural de Guarulhos, desde que nasceu acompanha os giros de Folia de Reis com “Os Mensageiros de Santos Reis” e a catira dos “Os Favoritos da Catira”. O grupo que surgiu na década de 80 sendo um dos responsáveis pela profissionalização da dança no Brasil, lancando CDs e DVDs e dando oficinas da dança por todo país.

Já dançou com As Galvão, Cacique e Pajé, Barra da Saia, Carreiro e Carreirinho, Índio Cachoeira e Cuitelinho.

www.osfavoritosdacatira.com.br

___________________________________________________________________

André Rass

Andre Rass

Nascido no dia 1° de maio de 1985 na cidade de Dom Pedrito (RS), filho de um comerciante com uma dona de casa. Pais. Criou-se em meio à música, em meio às festas animadas rodas de choro por seu pai, violonista e seu padrinho, acordionista.A dupla foi com certeza, a primeira referência musical em sua vida.

Anos depois mudou-se para cidade de Pelotas, cidade que fica ao sul do Rio grande do Sul. Em Pelotas passou a trabalhar profissionalmente como músico. Ingressou na banda de Sulimar Rass, irmão de André que já trabalhava profissionalmente como músico. Juntos, viajaram por todo o estado do Rio Grande do sul e parte do Uruguai. e Argentina.. Nesse período André esteve ao lado de grandes músicos, Fernando do Ó, O Guitarrista Daniel Sá, Gilberto Oliveira, Egbert Parada, Luciano Nasário, o violonista flamenco Romano Nunes entre outros. Gravou com a cantora e compositora Ana Mascarenhas,Cardo Peixoto,Avendano Junior,e com o percussionista uruguaio Liber Bermudes com que estudou ritmos “latino americano”.

O contato com as murgas, candombes, milongas, chacareras, zambas, entre outros ritmos latinos, lhe deram novos horizontes no universo da percussão. A inquietude de Andre não permitiu que permanecesse no sul., queria ampliar seus conhecimentos e suas experiências. Então, em 2004 resolveu realizar um sonho de infância. Com pouco dinheiro e uma mochila contendo alguns objetos pessoais e muitos instrumentos de percussão, mudou-se para Salvador, Bahia. Lá, pesquisou ritmos e folclore em tribos indígenas na região do recôncavo baiano alem de ter freqüentado o “Pracatum”, escola de Carlinhos Brow. Tocou em vários trios elétricos e acompanhou nomes como Gerônimo, Luila, Ramiro,Olodum entre outros. Depois desta experiência, André não parou mais de viajar e mesmo ainda muito jovem, já conhecia grande parte do Brasil. Depois de Salvador, morou em Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre,Recife e finalmente São Paulo onde reside atualmente. Trabalha com diversos artistas,entre eles, A cantora e compositora Lucina, Tetê Espindola, ,Alzira Espindola,,Na Ozzetti,Paulo Renato,O violeiro Levi Ramiro, O Tenor Jean Willian c/orquestra Bachiana regida por maestro Joao Carlos Martins,entre outros. Realiza vários trabalhos tanto no palco quanto em estúdio.

______________________________________________________________________________________